Recreio
Busca
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio

Quais são os filmes da Pixar com menor bilheteria?

Descubra quais são os títulos da Pixar que se tornaram fracassos de bilheteria ao serem lançados nos cinemas de todo o mundo

por Izabela Queiroz

Publicado em 24/06/2024, às 18h34

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem promocional de 'Lightyear' - Divulgação/ Disney
Imagem promocional de 'Lightyear' - Divulgação/ Disney

Mais que animações para o público infantil, a Pixar conquistou uma posição de prestígio entre os fãs já crescidos do estúdio, visto que, apesar dos traços fofos de seus personagens, as narrativas que as envolvem são sensíveis e abordam temas existenciais, espirituais e emocionais que são capazes de criar identificação na maioria das faixas etárias.

Como resultado, o selo possui títulos com números enormes em bilheteria, como ‘Os Incríveis 2’, por exemplo, sequência lançada em 2018 que conquistou $1,243 bilhão de dólares ao mostrar Helena Pêra de volta a ação sob o alter-ego de Mulher Elástica, deixando seus filhos super-poderosos sob os cuidados do marido e também herói, Roberto, o Sr. Fantástico.

Ainda que a aclamação do estúdio seja alta, o catálogo de filmes da Pixar não é formado apenas por grandes sucessos de venda nos cinemas, já que algumas tramas acabaram entrando em cartaz em momentos não tão propícios, fazendo com que não atingissem as expectativas financeiras do estúdio.

Pensando nisso, a RECREIO reuniu uma lista com as 5 piores bilheterias da Pixar. Os valores não foram corrigidos pela inflação e são medidos pelo valor bruto mundial divulgado pelo portal Collider.

5. Lightyear — US$ 226.425.420

Lightyear
Cena de "Lightyear" /Crédito: Divulgação/ Disney/Pixar

Com orçamento de US$ 200 milhões, a prequela de Toy Story, ‘Lightyear’ (2022), arrecadou apenas US$ 226,4 milhões no período que permaneceu em cartaz. O portal Deadline estima que o fracasso se deu devido à falta de conexão entre o novo título e a franquia original, assim como a concorrência entre os filmes em cartaz na época, já que a trama foi lançada no mesmo período que ‘Jurassic World: Dominio’ e ‘Top Gun: Maverick’.

Vale lembrar que a trama, comandada por Angus MacLane, acompanha o patrulheiro espacial que inspirou a criação do boneco favorito de Andy, Buzz Lightyear, em uma missão perigosa pela galáxia, onde enfrentará o temido vilão Zurg e de seu exército de robôs.

4. Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica — US$ 141.940.042

Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica
Imagem promocional de 'Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica' /Crédito: Reprodução/Pixar

De Dan Scanlon, ‘Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica’ (2020), entrou em cartaz no momento em que o mundo começou a enfrentar o lockdown estabelecido devido à pandemia de COVID-19, fazendo com que o título permanecesse nos cinemas por apenas duas semanas, o que explica o valor de US$ 141.940.042 arrecadado em bilheteria.

O filme acompanha Barley e Ian Lightfoot, irmãos elfos que embarcam em uma jornada fantástica para descobrir a magia que o mundo esconde.

3. Soul — US$  121.977.458

Soul
Cena de 'Soul' /Crédito: Reprodução/Pixar

‘Soul’ (2020) também foi lançado durante a pandemia e, por esse motivo, estreou diretamente no catálogo do Disney+. No entanto, foi finalmente lançado nos cinemas em 2024, mas arrecadou apenas US$ 122 milhões, valor que não cobre sequer o investimento do filme, que foi de US$ 150 milhões.

Sinopse: "Por que você é... VOCÊ? Nesta animação da Pixar, Joe Gardner é um professor de música que recebe a chance de tocar na melhor casa de jazz da cidade. Mas um pequeno passo em falso o leva das ruas de Nova York para o Pré-vida- um lugar fantástico onde novas almas obtêm suas personalidades, peculiaridades e interesses antes de irem para a Terra".

2. Luca — US$ 49.750.471

Luca
Imagem promocional de Luca (2021) /Crédito: Reprodução/Pixar

Assim como ‘Soul’, o filme ‘Luca’ (2021) foi lançado primeiro no streaming para depois ser lançado nos cinemas. Em seu período em cartaz, o filme conquistou US$ 49.750.471 na venda de ingressos.

Sinopse: “Ambientado na bela Riviera Italiana, este longa-metragem da Disney e da Pixar acompanha as aventuras do garoto Luca durante um verão inesquecível ao lado de seu amigo Alberto. Mas um grande segredo ameaça colocar fim à diversão: abaixo da superfície da água, eles são monstros marinhos! 'Luca' tem direção de Enrico Casarosa e produção de Andrea Warren.”

1. Red: Crescer é uma Fera — US$ 21.521.622

 Red: Crescer é uma Fera
Cena de 'Red: Crescer é uma Fera'  /Crédito: Reprodução/Pixar

A história Mei Lee, jovem que além de lidar com as questões da adolescência e puberdade, precisa enfrentar uma mãe superprotetora e aprender a controlar suas emoções, pois todas às vezes que elas se intensificam, a garota se transforma em um grande panda-vermelho, foi apresentada em ‘Red: Crescer é uma Fera’ (2022).

O filme também foi lançado no Disney+ para depois entrar em cartaz e, por isso, assim como os dois filmes anteriores, poder ser assistido anteriormente pelos assinantes da plataforma, arrecadou a bilheteria mais baixa da história do estúdio: US$ 21.521.622.